Atualmente, existem diversos tipos de óleos de motor lubrificantes, dentre eles, temos os minerais, semissintético e sintético, cada um com as suas vantagens, seus diferentes tipos de aplicações e recomendações. 

O principal dos óleos lubrificantes, é garantir a adequada lubrificação de diversos componentes do veículo, como peças internas do motor e engrenagens do câmbio. Proporcionando também um maior desempenho e evitando o desgaste dos conjuntos, além de prevenir o aparecimento de corrosão nas peças e promover uma limpeza interna.

Gostaria de entender melhor sobre cada um desses produtos, suas diferenças e saber qual deles é a melhor escolha para o seu carro? Então continue a leitura e confira algumas dicas importantes. 

 

O óleo mineral.

Como o próprio nome indica, o óleo mineral é aquele que se deriva de uma fonte mineral, ou seja, feito basicamente de petróleo, apesar de receber alguns aditivos para melhorar o seu desempenho. É ideal para carros antigos, que foram projetados para essa tecnologia. E, em alguns casos, pode ser usado em motores modernos.

 

O óleo sintético.

Conhecido como “sintetizado”, ele é produzido de uma forma artificial, a partir de processos químicos. Uma grande vantagem desse tipo de lubrificante é a possibilidade de ser adaptado para suportar os usos mais extremos ou cumprir as exigências especiais de cada montadora.

 

O óleo semissintético.

Usado em muitos veículos atuais, principalmente os compactos, é uma solução intermediária que garante uma boa proteção do motor, trocas mais espaçadas e um custo acessível de manutenção. Se o motorista do veículo preferir, este tipo de óleo pode ser facilmente encontrado em uma especificação totalmente sintética compatível.

 

Antes do uso

Antes de aplicá-lo em seu veículo, lembre-se de verificar as especificações recomendadas pela montadora. Pois, se escolher um óleo inferior ou que não supra as necessidades do carro, poderá causar danos a diversos componentes.

Com a lubrificação correta, você vai rodar sempre tranquilo, ficar longe das quebras e imprevisto, além de economizar na oficina!