O sistema de freio de um veículo é formado por vários componentes que são responsáveis por executar, de forma eficiente, o trabalho de reduzir a velocidade ou parar completamente o carro, tornando-se assim, um dos principais sistemas do veículo.

No artigo de hoje, apresentamos alguns sinais de que o tambor de freio pode estar com problemas, além de dar algumas dicas de como realizar a manutenção de forma precisa. Confira!

 

O que é o tambor de freio e quais são os sinais de problemas?

A função do tambor de freio é promover o atrito necessário para auxiliar a desaceleração do veículo. Seu formato é parecido com o de uma panela e normalmente é mais utilizado nas rodas traseiras de alguns modelos populares.

Um dos principais sintomas de que pode identificar um problema no tambor de freio é o aumento do tempo de resposta durante a frenagem. Ou seja, se ao pisar no pedal, o veículo demora mais tempo que o normal para parar, sendo preciso fazer uma inspeção geral no sistema.

Outros sinais que podem indicar alguma falha são os ruídos ou barulhos, principalmente quando o freio é acionado, assim como a trepidação ou o aumento excessivo de temperatura nas rodas — o que diminui a eficiência da frenagem e coloca em risco a segurança do condutor.

 

Como fazer a manutenção?

A inspeção visual detalhada é fundamental, pois ela permite identificar se a peça apresenta  desgastes irregulares, sulcos profundos, trincas ou regiões amassadas. Como o tambor de freio faz parte de um conjunto complexo, é importante checar todos os outros itens associados, para isso é importante que leve o veículo para uma inspeção com profissionais qualificados.

O hidráulico também merece atenção. Procure vazamentos ou qualquer tipo de dano que impeça o correto acionamento dos pistões nos cilindros de roda, como sujeira ou partes quebradas.

Outra dica importante, é usar somente água e detergente neutro para realizar a limpeza do sistema, pois se utilizar produtos como graxas ou derivados, pode ressecar e danificar as peças, reduzindo sua eficiência e até mesmo comprometendo a vida útil dos componentes. Para evitar ruídos, use lubrificante específico nos pontos de contato.